Faça do Portal Moveleiro sua página inicial Indique o Portal a um amigo Anuncie Assine o Portal Moveleiro SAC Versión en español

Assinante Portal Moveleiro: (Não sou assinante)

   

Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010

ESPECIAL - Após redução do IPI Abimóvel negocia com fabricantes de painéis para móveis e governo

ESPECIAL - Após redução do IPI Abimóvel negocia com fabricantes de painéis para móveis e governo ESPECIAL - Após redução do IPI Abimóvel negocia com fabricantes de painéis para móveis e governo

Principal responsável pela conquista da redução de IPI para o setor, entidade tenta evitar que benefício seja cancelado pelo Ministério da Fazenda

A Abimóvel (Associação Brasileira da Indústria do Mobiliário) quer evitar que o Governo Federal cancele a redução do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) concedida em novembro para móveis e painéis de madeira. Para isso quer estabelecer um diálogo entre o Ministério da Fazenda e os fabricantes de painéis de madeira que, mesmo com o benefício fiscal, aumentaram os preços em até 8,5%, desde o início deste ano. A decisão coloca em risco a continuidade da medida, que vale até 31 de março.

Apesar de saber que a Abipa (Associação Brasileira Painéis de Madeira) foi uma das entidades que colaboraram para que a redução fosse concedida espera-se que esse aumento seja revisto e empregado em outro momento, já que torna-se incoenrente e provoca uma situação desagradável junto ao governo.
 
Em entrevista exclusiva ao Portal Moveleiro o presidente da Abimóvel José Luiz Diaz Fernandez explica que, estão buscando um acordo entre e uma posição mais amena das entidades para que isso seja resolvido da melhor forma.
 
Confira a entrevista pontuando tópicos relacionados ao aumento:
 
Impacto de valores em relação aos móveis
 
 
Retirada da isenção para o setor moveleiro por parte do governo
 
 
Posição do governo em relação ao aumento da Abipa
 
 
Posição da Abimóvel diante da situação
 
 
Procurada pelo Portal Moveleiro para mais esclarecimentos a superintendente da Abipa Rosane Dill Donati divulgou seguinte posição da entidade:
 
"Gostaríamos de esclarecer que a ABIPA, como associação de classe, não interfere e nem formula políticas de preços que são posturas individuais das empresas associadas, em função de seus investimentos, portfólio, custos e ações mercadológicas que estabelecem suas respectivas políticas comerciais e, por esse motivo, não tem condições de se manifestar sobre o tema.
 
Por outro lado, acreditamos ser de extrema importância mencionar as atividades conjuntas como a que realizamos no decorrer de 2009, com a vitória da desoneração do IPI para a cadeia de produção de painéis de madeira e móveis, realizadas pelas entidades representativas de nossa cadeia de produção, que devem servir de exemplo para outros projetos de interesse comum em prol do fortalecimento e crescimento do setor, que juntos podemos realizar.
 
Por exemplo, apresentamos de forma conjunta “Projeto da Casa Mobiliada” ao nosso Fórum de Competitividade da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis, que está sob a égide do Ministério do Desenvolvimento. Trata-se de uma ação que deverá ser desenvolvida com a colaboração da Casa Civil, do Ministério das Cidades e bancos de caráter social (Caixa Econômica Federal), com o objetivo de atender potenciais consumidores que não têm acesso a crédito para mobiliar suas casas, porque estão com a sua renda comprometida no financiamento imobiliário."
 
Reveja algumas das principais notícias que foram destaque durante a negociação das entidades ligadas ao setor moveleiro com o governo para a concessão do IPI zero.
 
- Abimóvel participa de reunião em Brasília para tratar de redução do IPI
 
Matéria de 13/10/2009
 
"O ministro do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Miguel Jorge, recebeu nesta terça-feira (13.10) o deputado federal Renato Molling (PP) e entidades ligadas ao setor moveleiro. No encontro, as lideranças reiteraram a solicitação de redução para zero do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) que incide sobre os móveis e os painéis de madeira pelo prazo temporário de seis meses. Pediram, ainda que, após este período, a equalização em 5% para móveis e painéis, como forma de incrementar as vendas do setor e manter o atual nível de emprego. A comitiva já havia se reunido com o ministro no mês de junho para tratar do mesmo assunto.

Molling, que preside a Frente Parlamentar em Defesa do Setor Coureiro-Calçadista e Moveleiro, pediu ao ministro uma ação imediata do governo para ajudar a cadeia madeira-móveis. “Tratam-se de empresas com grande capacidade de geração de empregos. Todo o setor – mais de 15 mil indústrias - gera 260 mil empregos formais”, lembrou o parlamentar. Conforme Molling, a desoneração de IPI reaqueceria as vendas do setor".
 
 
 
Matéria de 21/10/09

Setor moveleiro continua conversas com o governo sobre redução do IPI
O presidente da Abimóvel José Luiz Diaz Fernandez, o diretor de planejamento da Abipa , Irineu Govea e representantes da Movergs, estiveram reunidos no ultimo, 19/10 com o ministro.

Matéria de 11/11/09

"A Abimóvel (Associação Brasileira da Indústria do Mobiliário) lamentou a decisão do Governo Federal em prorrogar por mais três meses a redução do IPI sobre alguns produtos da chamada linha branca (geladeira, máquinas de lavar, fogões e tanquinhos). No dia 29 de outubro, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que os produtos da linha branca com maior eficiência energética continuariam sendo beneficiados pelo IPI reduzido.

Para o presidente da Abimóvel, José Luiz Dias Fernandez, a postura do governo é equivocada, pois beneficia um setor e prejudica outro. Fernandez acredita em uma migração do consumo dos móveis para os eletrodomésticos e automóveis, por conta dos benefícios fiscais."

Matéria de 27/11/09
ESPECIAL - Após longa batalha setor moveleiro conquista redução do IPI

Na última quarta-feira (25/11) o governo concedeu a redução do IPI ao setor moveleiro, após longa batalha travada entre as instituições ligadas ao setor e o governo federal.

Confira a entrevista coletiva concedida pelo Ministro Guido Mantega, com o anúncio da isenção do IPI para o setor moveleiro. 



Abimóvel, Abipa e IDV entregaram dia 19 de novembro ao Ministro um estudo sobre as vendas no setor e expondo novamente a necessidade da redução do IPI por seis meses. Após sucessivas negativas, finalmente o benefício foi concedido com validade aproximada de quatro meses.

 Veja como ficam as alíquotas de IPI para móveis 

Item

% original % novo
Móveis de Madeira                    5 0
Móveis de Metal 10 0
Móveis de Metal (Cozinhas) 5 0
Móveis de outros materiais    10 0
Móveis de plástico 10 0
Assentos e partes 10 0
Painéis de partículas 10 0

 

Matéria de 03/12/09
Polo Moveleiro de Ubá comemora a queda do IPI para móveis

 

Continue acompanhando Portal Moveleiro que traz as principais atualizações sobre o assunto

Fonte: Indaíra Laureano | Portal Moveleiro

  • Comentar
  • Compartilhar no Orkut
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Facebook

Conteúdo Portal Moveleiro

Logo Portal Moveleiro
R. Lauro Linhares, 2055 - Sala 509 - Torre Flora
Florianópolis - SC - Brasil
sac@portalmoveleiro.com.br
© 2011 copyright - Portal Moveleiro +55 48 3025-5454

Portal Moveleiro nas redes sociais: Twitter Facebook Orkut